A transparência foi o ponto de partida para uma discussão sobre direitos das mulheres nesta edição.

Juliana de Faria lançou um olhar sobre como a mídia aborda temas relacionados à mulher. Formada em jornalismo, ela se especializou em jornalismo feminino, mas percebeu que os veículos preferiam focar em temas como beleza, arquitetura e casa, enquanto evitavam tratar de questões mais profundas e caras ao público feminino, como assédio, estupro e outras opressões.

About the speaker

Juliana de Faria é fundadora do ONG Think Olga, com foco em direitos das mulheres; criadora das campanhas Chega de Fiu Fiu e Primeiro Assédio, cujo objetivo é combater o assédio sexual; e uma das sócias da consultoria de comunicação Think Eva. Faz parte do Grupo Assessor da Sociedade de Civil do Escritório da ONU Mulheres no Brasil. É uma das autoras do ebook Meu Corpo Não É Seu, sobre violência de gênero, editado pela Companhia das Letras. Participou da delegação brasileira jovem do G20 (Y20). É alumni do programa Women Leaders do Departamento de Estado dos Estados Unidos. Por seus projetos, foi eleita uma das 8 mulheres inspiradoras do mundo, pela Clinton Foundation e pela revista Cosmopolitan US. Foi finalista do Prêmio Claudia, a maior premiação feminina da América Latina, na categoria Trabalho Social, e do Troféu Mulher Imprensa 2015, na categoria Redes Sociais.

Favorite quotes from this talk See all

People say, "But [the internet] is not real life." But it is! Real life is life online and offline. We work on the internet, we have our friends on the internet, we have sex on the internet! It's real life, it's just an oline life." — Juliana de Faria

Photos from this talk See all

navigateleft navigateright

    *Crickets* Sign in to add a comment.