Skip to main content
Só o fato da gente buscar mulheres sempre ideais, perfeitas, sem celulite, bunda na nuca... quando é preta está naquele padrão globeleza... é um reforço pras nossas inseguranças, né? Ou quando colocam aquela mulher que faz tudo, que aguenta três, quatro jornadas e colocam ela como heroína ou quando descrevem a própria maternidade como algo romantizado e leva a gente para aquele quadro de maternidade compulsória que a gente ainda tem hoje... ninguém se pergunta o que uma mulher infértil sente, o que uma mulher que não quer ser mãe sente com esses comerciais que romantizam tanto o papel da mulher como mãe. Então, acho que a gente ainda põe a mulher em papéis muito culturalmente determinados e nesse sentido ainda falta um caminho para percorrer para nos tirar desses papéis estereotipados.

Mulheres na criação

more