Rios e Ruas - Water

March 22, 8:00am - 10:00am -03. Hosted at Wieden+Kennedy

part of a series on Water


About the speaker

Rios e Ruas é uma iniciativa criada em 2010 pelo arquiteto José Bueno e pelo Geógrafo Luiz de Campos Jr. com o propósito de transformar a percepção de milhões de paulistanos a respeito dos rios e da cidade onde vivemos, promovendo e inspirando múltiplas experiências para que milhões de pessoas descubram, vejam e queiram nossos rios limpos e livres.

José Bueno combina as linguagens da Arquitetura e do Aikido para oferecer experiências práticas e simbólicas que nos relembrem o que é realmente importante para o viver e o conviver nos dias de hoje. É o que tem feito na iniciativa Rios e Ruas, que desde 2010 promove e estimula múltiplas ações para milhões de pessoas descobrirem, verem e desejarem nossos rios limpos e livres novamente – e na recém criada iniciativa 5070 que estimula um novo paradigma para o amadurecimento. Em todas suas ações ele vive seu mantra preferido: sonhar grande, fazer pequeno e começar logo. Inspirado pela cultura do Aikido, José adora desafios que o provocam a “transformar o impossível em possível, o possível em fácil e o fácil em elegante”.

Luiz de Campos Jr. é geógrafo, com formação nas áreas das Ciências da Terra, Educação e Comunicação. Atuou como professor de Geografia, formador de educadores e pesquisador de metodologias didáticas. Trabalha com a temática dos “rios invisíveis” de São Paulo desde 1995, realizando pesquisas, coordenando cursos, oficinas e expedições. Em 2010 criou juntamente com o arquiteto José Bueno a iniciativa Rios e Ruas, para promover e inspirar múltiplas experiências para que milhões de pessoas descubram, vejam e queiram nossos rios limpos e livres.

Local partners

Additional details

É a principal fonte de toda a vida. O elemento vital que constitui até 60% de nossos corpos.

É o líquido do qual não bebemos o suficiente mas, ainda assim, desperdiçamos facilmente.

É o lar de milhões de espécies, mistérios e saberes não-descobertos.

Sabemos mais sobre as estrelas no céu do que sobre as profundezas de nossos oceanos.

Podemos usá-la para salvar vidas. Se usada imprudentemente, pode tirar vidas.

Pensamos que existe em abundância, mas apenas um por cento pode ser utilizada. Se não protegermos nossas águas, o que acontecerá então com a vida?