Em Abril viajámos ao nosso Propósito!

À semelhança do que aconteceu no mês passado mês, em Abril continuámos a viver e a partilhar a nossa (e a vossa) criatividade de forma remota. Mas quando a nossa Oradora convidada das CreativeMornings Porto deste mês é uma
verdadeira expert em nos deixar a suspirar por uma viagem (para qualquer lugar de um hemisfério distante), é caso para nos deixar de caneca bem agarrada às mãos e presos pelo entusiasmo à nossa cadeira (ou sofá, ou cama…) quando o tema é PROPÓSITO.

image


Sandra Barão Nobre, parisiense de nascença e algarvia por adopção, em 2014 depois de um percurso académico em Relações Internacionais também ele inspirado nos livros e algumas experiências profissionais lá fora e cá dentro, chega de uma viagem à volta do mundo que nasceu da ideia do seu próprio projecto à volta dos livros: O Acordo Fotográfico!

Durante 6 meses, nos quais pediu uma licença sem vencimento para ir fotografar leitores de Língua Portuguesa pelo mundo fora, acabou por dar uma volta ao Mundo da qual regressou e para se ver novamente no mesmo escritório, presa à mesma rotina, sem se sentir feliz, realizada e reconhecida. O mote desta viagem foi criar conteúdos para o seu blogue e celebrar a preceito o 10º aniversário de um autotransplante de medula óssea. Acabou por ser uma mudança de vida para sempre!

image

Decidiu que era ela que tinha de mudar. A paixão pelos livros e pela leitura foi a
resposta. Mas antes preparou-se para o impacto desta mudança marcante. Hoje em dia dedica-se exclusivamente à prática da Biblioterapia (que já levava no coração ainda antes de viajar), ao blogue e ainda como líder de viagens para a agência Magellan Route, onde é responsável pelo destino Irão, além das acções de voluntariado que faz como leitora em voz alta no Hospital de Santo António no Porto e exercício físico indispensável (dito por ela…!).

Foi uma conversa informal, com um sorriso estampado no rosto da Sandra e que deixou a todos os participantes uma inspiração e força de viver e vencer
contagiantes. Conseguimos perceber como é ser Biblioterapeuta, como ler e
escrever nos torna mais conhecedores de nós mesmos e do próximo e ainda
como a fotografia nos pode transmitir sensações que apenas pensaríamos ser
possíveis experienciar ao vivo.

image


Ao longo desta manhã, a Sandra partilhou connosco algumas histórias deliciosas da sua passagem pelos 4 continentes e abriu o seu coração de terapeuta nas inúmeras perguntas que nós, ávidos de conhecer a sua experiência e os seus conhecimentos, fomos fazendo até quase à hora de almoço (não, não foi noutro hemisfério). 

Dadas as mais recentes actualizações relativas a esta terrível pandemia, estamos a fazer figas (com os dedos das mãos e ainda dos pés) para que rapidamente nos possamos voltar a encontrar de forma presencial.  O único senão é que não podemos estar apenas de roupa interior do umbigo para baixo. Ou será uma bênção? Deixamos à vossa imaginação fazer o resto, caro leitor(a). 


Texto: Pedro Vidal

Ilustração: Joel Faria

Fotografia: Filipe Brandão & Catarina David

Vídeo: Teresa Folhadela